• (85) 3224.2025
  • (85) 98601.2353

29

jul

Comportamento do consumidor: Como acompanhar as tendências.

Quem trabalha com o universo de vendas, sabe o quanto é importante entender o comportamento do consumidor para aplicar estratégias mais assertivas. Porém, como entender tão bem de algo que está em constante mudança?

Com os avanços tecnológicos e as transformações digitais, o consumo também passou por diversas alterações. Portanto, é preciso entender as novas tendências dos consumidores no mercado e ficar por dentro de como aplicar isso nas personas de sua empresa para acompanhar esse movimento da melhor forma e garantir mais sucesso nos seus resultados. Prossiga na leitura do texto com a gente e confira!

1.Busca pela experiência

Com mais acesso a informações, os consumidores tendem a pesquisar diversas possibilidades e buscar mais do que apenas um produto ou serviço: eles desejam se relacionar com a marca, criar vínculos emocionais, se sentir parte de algo e ter uma experiência satisfatória.

Alguns consumidores se encantam tanto com uma marca, que se tornam embaixadores desta. Você já foi influenciado por alguém na internet? Pois é, atualmente é comum ver outras pessoas produzindo conteúdo – algumas vezes até sem receber nada em troca – para outras empresas que lhe ofereceram algo a mais do que somente um atendimento, produto ou serviço de qualidade.

Por isso, é de extrema necessidade impulsionar a comunicação da sua empresa, investir em atendimento personalizado, ter uma identidade sólida e contar com um software de automação para tornar esse processo mais prático. 

2.Diversidade de canais

Já ouviu falar sobre omnichannel? Pois é, já que há diversas formas de pesquisar, por que não oferecer vários canais de venda e comunicação? 

Atualmente as jornadas de compra não seguem uma linearidade, e o telefone e o e-mail não são mais suficientes para atender às necessidades dos consumidores, se destacar no mercado e manter um relacionamento próximo com eles. 

Na era digital, é importante utilizar a estratégia omnichannel para integrar os diversos canais da sua empresa, nos meios online e offline, e oferecer uma experiência melhor ao seu público.

Para atrair a atenção de novos consumidores e fidelizar seus clientes da melhor forma, vale a pena diversificar seus canais de venda, ter presença digital, contar com o apoio de ferramentas de automação e investir na identidade da sua marca para tornar sua comunicação mais clara e diferenciada.

3.Praticidade e segurança

Além de buscar mais comodidade, os consumidores buscam realizar compras de forma mais prática e segura. Isso se tornou ainda mais nítido no cenário de isolamento social, em que a possibilidade de ir a espaços físicos diminuiu bastante, devido à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a 41ª edição do Webshoppers – relatório mais amplo sobre o e-commerce brasileiro, realizado semestralmente pela EbitNielsen, em parceria com a Elo – a quarentena já influenciou bastante os números do comércio eletrônico nos primeiros meses de 2020. Segundo a pesquisa, no ano de 2019, o e-commerce ultrapassou a marca de 60 bilhões em faturamento, mas de 1º de janeiro a 30 de abril de 2020, já foi atingido 32% do resultado de todo o ano anterior, com crescimento de 48,3%.

Então, investir em e-commerce é uma ótima escolha para manter os lucros e estar a par das tendências e dos novos hábitos dos consumidores. Porém, vale ressaltar a necessidade de pesquisar plataformas seguras e confiáveis antes de escolher uma para a sua empresa, a fim de evitar prejuízos imprevistos ou falhas ao longo do processo.. 

4.Consumo consciente

Outra tendência presente no comportamento dos consumidores é a preocupação com a sustentabilidade, o consumo consciente, os produtos artesanais, orgânicos e saudáveis, e os serviços locais.

Segundo um estudo levantado pela Hibou – empresa de pesquisa e monitoramento de mercado – em parceria com a consultoria de branding Yellow Zebra, foram identificadas 7 tendências da área de saúde, bem-estar e meio ambiente neste ano de 2020.

Com a maior facilidade de acesso a notícias e informações sobre o mundo, os consumidores passaram a ter mais conhecimento sobre o aquecimento global e sobre a importância de adquirir hábitos sustentáveis de forma mais concreta e coletiva, então as empresas que estão demonstrando compromisso e responsabilidade com a comunidade, muitas vezes, já estão saindo na frente e agregando mais valor ao que vendem.

5.Senso de pertencimento

Algumas empresas optam por não ir muito além do que vendem, por achar que a exposição pode gerar polêmicas ou crises, enquanto outras se destacaram muito mais por realizar um posicionamento sólido em suas mídias. Afinal, vale a pena mesmo se posicionar?

Se você levar em consideração que os consumidores acessam a internet para trocar informações, compartilhar pensamentos e ideias e discutir sobre diversos assuntos, então pensar em possibilidades de dialogar com o seu público poderia agregar mais diferenciais para a imagem da sua marca, não é? Entretanto, é importante se planejar para fazer isso e evitar possíveis falhas ou situações negativas.

É preciso ter em mente quais são os valores e objetivos da sua empresa e conhecer bem o seu público, para saber quais posicionamentos devem ser tomados, de forma a melhorar a imagem da sua empresa, se aproximar mais dos seus clientes e atrair novos.

Cuidado também com as situações delicadas antes de se posicionar! Um exemplo, durante a pandemia do novo coronavírus, que não deu certo foi o da rede de restaurantes Madero, em que o dono da empresa disse, nas redes sociais, que era contra a quarentena e o isolamento social, colocando os danos à economia como algo mais importante do que as vidas que estão em risco neste período.

Como utilizar essas mudanças a seu favor? 

Para aproveitar essas mudanças e alavancar seus resultados, é importante ter algumas atitudes, como:

  • investir em ferramentas de inteligência artificial;
  • adquirir um sistema de automação;
  • fazer treinamentos frequentes com sua equipe;
  • construir autoridade com Marketing de Conteúdo;
  • investir em um site e comércio eletrônico para sua empresa;
  • fazer pesquisas de mercado;
  • diversificar os canais de venda e fortalecer a cultura organizacional;
  • conhecer seus clientes e adequar as personas a essas transformações digitais;
  • elaborar benchmarking;
  • crie conteúdo de valor e tenha uma comunicação transparente;
  • estudar os hábitos dos consumidores com frequência;
  • utilizar ferramentas tecnológicas (como chatbots);
  • humanizar sua marca e fazer atendimento personalizado;
  • criar uma comunidade com seu público. 

Esperamos que nossas dicas tenham ajudado você e que sua empresa conquiste os resultados almejados com as transformações digitais. Continue de olho em nosso blog para acessar mais conteúdos como esse e acompanhe as novidades nas nossas redes sociais: Facebook, Linkedin e Instagram.